Michel Laub

Mês: agosto, 2018

Fim de semana

Uma exposição – Irving Penn no IMS.

Um adaptação competente – De amor e Trevas, Natalie Portman.

Um disco de 2016 – Post Pop Depression, Iggy Pop.

Um ensaio – Carol Bensimon sobre o apartamento dos avôs (aqui)

Um relançamento – Fun Home, Alison Bechdel (Todavia, 234 págs.).

Anúncios

Egopress

O Tribunal da Quinta-Feira teve os direitos para o cinema vendidos ao diretor Miguel Faria Jr.

– O livro também acaba de sair na Holanda, pela Ambos/Anthos, com tradução de Harrie Lemmens. Primeira resenha (segundo consta, positiva): https://goo.gl/LFdnci

– A série Viagem de Bolso, da Mira Filmes, sobre cidades que são cenários para livros brasileiros, estreia este mês no CineTVBrasil. Um dos episódios é sobre o meu romance O Segundo Tempo. A apresentação é de Reinaldo Moraes, e a direção de Lia Kulakauskas. Mais informações: https://goo.gl/3WY5fu

Fim de semana

Um livro – A Guerra: a Ascensão do PCC e o Mundo do Crime no Brasil, Bruno Paes Manso e Camila Nunes Dias (Todavia, 344 págs.).

Um ensaio – Zadie Smith sobre Henry Taylor (aqui).

Um documentário ok – Robin Williams: Come Inside My Mind, Marina Zenovich.

Um filme simpático – England is Mine, Mark Gill.

Um disco simpático – Call the Comet, Johnny Marr.