Michel Laub

Mês: junho, 2018

Fim de semana

Um livro – Garotas Mortas, Selva Almada (Todavia, 128 págs.).

Um conto – Writing Teacher, John Edgar Wideman (aqui).

Uma exposição – Jac Leirner, Fortes D’Aloia & Gabriel.

Outra – Powerpaola, Sala Aberta.

Um disco – Ofertório, Caetano Veloso e filhos.

Anúncios

Egopress

– Nesta quarta, 6/6, 8h30, falarei sobre Diário da Queda para os alunos do Instituto Rio Branco, de São Leopoldo/RS. Na sequência terei encontros nas escolas Província de São Pedro (7/6, a confirmar) e La Salles Dores (8/6), em Porto Alegre.

– Em 5/7, 19h, participo do projeto Meu Filme Preferido, com Roger Lerina, no Instituto Ling, em Porto Alegre. O tema será Os Bons Companheiros, de Martin Scorsese.

– Em 17/7, 18h, falo no Clube do Livro da Biblioteca da Porto Seguro sobre O Tribunal da Quinta-Feira.

– O UOL encomendou a escritores textos sobre as copas. Fiz sobre 1958 (https://bit.ly/2J9MWaV), 1986 (https://bit.ly/2JrGY4k) e 1990 (https://bit.ly/2LZaLQr).

– Entrevista que dei para a Clarissa Wolff, da Carta Capital: https://bit.ly/2FNKW1c

– Vídeo do meu debate com Ana Paula Maia na Feira de Medellin: https://bit.ly/2Jt0AFs

Fim de semana

Um disco – Sparkle Hard, Stephen Malkmus & The Jicks.

Uma montagem – Eu Sou Essa Outra, Sesc Pinheiros.

Um filme pior que os anteriores da série – The Trip to Spain, Michael Winterbottom.

Uma HQ – Sem Volta, Charles Burns (Quadrinhos na Cia, 176 págs.).

Um artigo – Jenny Uglow e a pintura realista em Londres, Século 20 (aqui).