Jornalismo cultural

por Michel Laub

Há duas semanas foi anunciado o fechamento da revista “Bravo!”, onde trabalhei por oito anos. Em abril, foi a vez do caderno “Sabático”, do “Estadão”, que tratava de literatura. Na última década, outros veículos culturais tiveram o mesmo destino, entre eles a “Palavra”, a “Bizz”, a “Set” e a “EntreLivros”.

Texto publicado na Folha de S.Paulo, 16/8/2013. Íntegra aqui.

Anúncios