Spike Lee, Tarantino e racismo

por Michel Laub

Linguagem é poder, como sabem economistas, advogados, marqueteiros e qualquer um que use jargão para demonstrar autoridade. Logo, é também política: uma guerra começa a ser ganha quando um indivíduo é chamado de “militante” em vez de “terrorista”, e vice-versa.

Texto publicado na Folha de S. Paulo em 18/01/2013. Íntegra aqui.

Anúncios